sábado, 18 de novembro de 2017

Ops... Como iniciar o capítulo?

Mesa de escritor antes de escrever as primeiras palavras

Muitas vezes temos a ideia, rascunhamos, traçamos a linha do tempo dos personagens e já sabemos o final da história. Mas, na hora de escrever, surgem algumas questões: Como começar? Quais palavras usar? Se você, assim como eu, tem desses "travamentos iniciais": Bem-vindo ao clube.

Sabemos que o primeiro capítulo é importante, principalmente porquê alguns leitores decidirão se continuam a leitura a partir dele. Essa pressão misturada com um pouco de ansiedade, por dar vida a história, pode ser a causa desse travamento. Por isso, lembre-se que escrevemos por prazer [nem todos, não vamos nos iludir].

Quando isso acontece comigo, paro um pouco e leio o início das histórias que amo ou que têm alguma singularidade com a minha. Essas leituras servem para me inspirar. Assim, por mais que eu tenha "perdido tempo", começarei a escrever o meu livro logo após as leituras. O que seria diferente se eu parasse para alimentar minha preocupação sobre as palavras iniciais, levando dias ou meses para resolver.

Outra dica é responder perguntas sobre a primeira cena do capítulo, por sinal, esta dica é aconselhada para todos os momentos em que você tiver dificuldade em continuar a escrita. Qual personagem participa dela? Em qual local? O que acontece ali? Como ela reage? Após responder essas e outras perguntas, escreva um parágrafo pequeno envolvendo as respostas, em um papel fora parte. Depois, volte para o texto principal e desenvolva a história a partir desse parágrafo (resumo).

Essas duas dicas são suficientes, sempre funcionam comigo. Espero que sirvam para você também.

Por fim, não se limite. Não existe isso de palavras a serem evitadas. Desde que use sua criatividade e bom senso [se julgar necessário], não importa que suas primeiras palavras sejam "Era uma vez".

Forte abraço, compartilhe essas dicas com seus amigos.

Um comentário:

  1. As primeiras palavras do livro que estou trabalhando no momento são: "Há muito tempo atrás". Mais clichê impossível, mas pra mim funciona.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir

Por que blogar?

Chega um momento na vida em que devemos deixar nossa marca... Chega um momento em que cansamos de nos esconder: Queremos ganhar o mérito que nos pertence. Aqui, neste blog, divulgo o que gosto e os meus projetos pessoais. Espero que goste, que volte mais vezes e compartilhe com seus amigos. Me siga nas redes sociais: Abaixo algumas delas.



Comentários

Contate-nos

Nome

E-mail *

Mensagem *